Cães
Royal Canin Maltês Adult 1 kg
R$ 34.90
Golden Formula Mini Bits Salmã...
R$ 12.90
K&S Filhotes 2 kg
R$ 19.90
Max Buffet Pequeno Porte 1 kg
R$ 10.90
Qualiday Adulto Carne 15 Kg
R$ 94.50
Farmácia
Oralguard 50 mg c/ 14 comprimi...
R$ 31.62
Fortekor 5
R$ 94.90
Condromax Pet 30 tabletes
R$ 65.20
Dipirona Gotas 20 ml
R$ 12.66
Floral de Bach 30 ml
R$ 23.50

Dicas para ter um cachorro grande em um apartamento pequeno

Eu já ouvi isso muitas vezes antes: Você tem um cão de grande porte em um apartamento? Isso é cruel! Mas eu tenho uma boa notícia, inquilinos — não é cruel ter um cão grande em um apartamento, se você fizer isso da forma certa. De fato, algumas raças grandes serão excelentes cães de apartamento! Mas lembre-se de manter a sua disciplina e do seu amigo peludo com estas dicas.ENCONTRE O VIZINHANÇA CERTAAlguns bairros são mais dog-friendly do que outros. Antes de iniciar sua pesquisa por um apartamento, certifique-se de escolher um bairro com muito a oferecer para você e seu cão. Você precisa ter certeza de que há grama nas proximidades para o seu cachorro fazer as suas necessidades, um lugar para uma caminhada e um parque para fazer algum exercício, tão necessário.Quando você estiver pesquisando por parques no bairro, tenha em mente que muitos exigem que você mantenha o seu cão na coleira – o que certamente não é tão divertido como correr livre. Procure um bairro que tenha um parque de cão sem coleira, para que o seu cão possa correr e brincar com outros cães.Muitos bairros também têm spas para cães, salões de beleza e lojas onde você pode levar seu animal de estimação para fazer compras. Embora você não possa encontrar um spa canino ou salão de beleza em todos os bairros, lojas de animais são muito mais comuns. Seu filhote poderá andar com você para comprar mais comida e brinquedos. Algumas lojas de animais também têm programas de treinamento. Você pode se inscrever para participar junto com seu animal de estimação, isso ajuda a fortalecer o seu relacionamento. É também uma atividade de fim de semana divertida de se fazer em seu novo bairro e um lugar para encontrar outros donos de cães na região.ENCONTRE O APARTAMENTO CERTODe acordo com uma pesquisa, 83% dos inquilinos tiveram dificuldade em encontrar um apartamento dog-friendly. Eu tenho esta dificuldade com um mix de pit bull de 30 Kilos. Ao mesmo tempo encontrar um apartamento dog-friendly pode ser definitivamente um desafio e torna-se ainda mais difícil quando você tem um cachorro grande. Muitos complexos de apartamentos – especialmente aqueles administrados por grandes empresas de administração de imóveis – têm restrições de tamanho, peso e raça. (Como pai de um pit, você provavelmente pode imaginar como me sinto sobre restrições de raça.)Mas apartamentos dog-friendly para cães grandes não existem, por isso não desista! Se você está tendo problemas, considere a criação de um currículo para o seu cão. Pode parecer bobagem, mas isso realmente funciona. Não se esqueça de incluir a descrição da personalidade do seu cão, qualquer treinamento de obediência concluído, dados de vacinação e saúde, cartas de recomendação de seus donos anteriores e vizinhos, e, claro, uma foto. Quem pode resistir essa carinha linda? Você também pode marcar uma reunião, junto com seu cão, para que o potencial locador possa ver o quão bem-comportado seu cão é, e ficar mais tranquilo quanto as suas boas intenções de cuidar do apartamento, fornecendo prova de um locatário seguro.ESTABELEÇA UMA ROTINAOs cães são muito inteligentes e podem facilmente se adaptar ao estilo de vida em um apartamento. Você pode facilitar as coisas para o seu animal de estimação através da criação ou aderindo a uma rotina. Estabeleça horários para intervalos, alimentação, caminhadas e brincadeiras. Além de ajudar seu grande cão se sentir confortável em seu apartamento, também adere a uma rotina que irá ajudar a evitar acidentes no piso do apartamento.BASTANTE EXERCÍCIOTodos os cães, independentemente do tamanho ou vivendo nesta situação – precisam de exercício para se manter saudável e feliz. Embora caminhadas diárias sejam ótimas, também é importante você monitorar a frequência cardíaca do seu cão durante um exercício de verdade. É aí que esses parques de cães que você encontrou em sua nova vizinhança entram! Exatamente, a quantidade de exercício que o seu cão precisa dependerá da sua raça, por isso antes de adotar faça sua pesquisa e certifique-se de escolher um filhote que se encaixe no seu estilo de vida.

Conhecer o ciclo de imunização e manter em dia a carteira de vacinação de cães, gatos e outros animais.

Conhecer o ciclo de imunização e manter em dia a carteira de vacinação de cães, gatos e outros animais de estimação garantem a longevidade aos animais, mas nem sempre os proprietários se lembram disso.Quando foi a última vez que você vacinou seu animal de estimação?A pergunta faz quem tem um pet em casa colocar a memória para funcionar e a verdade é que por esquecimento ou falta de informação até mesmo donos que mantêm uma preocupação com a saúde e o bem-estar dos seus animais deixam de atualizar a carteira de vacinação que deve acompanhar cães, gatos e  outros animais durante toda a vida. É preciso lembrar que os animais precisam ser vacinados anualmente e não apenas quando são filhotes.Para cães as vacinas consideradas essenciais  são a V8 ou V10 e a vacina anti-rábica. As vacinas contra gripe, giárdia e de leptospirose são consideradas opcionais. E a indicação depende da avaliação do médico veterinário frente a exposição do animal a essas três doenças.  Os gatos devem receber anualmente as vacinas anti-rábica e a quádrupla felina e os ferretes ou furões devem ser imunizados contra cinomose.

Evite problemas com os bichinhos durante a viagem de férias

Início de ano, férias, viagens. Cães e gatos já fazem parte da família e não ficam de fora de toda esta movimentação. Mas além das vacinas, que precisam estar em dia o ano todo, é essencial tomar alguns cuidados para o bem-estar e a segurança dos animais de estimação nesta época do ano.Levar os bichinhos à praia, explica a médica veterinária Sandra Nogueira, exige uma atenção especial com alguns tipos de parasitas. "Informe-se previamente com o veterinário de suaconfiança e lembre-se que, em muitas praias, a permanência de animais de estimação é proibida", ressalta.Além disso, é importante ficar atento ao piso quente, que pode queimar as patas e causar sofrimento aos bichinhos. Fique de olho também no calor que eles sentem quando são expostos ao sol, principalmente cães e gatos de pêlos longos. Tenha sempre água limpa e fresca à disposição do seu melhor amigo.Dentro do carroSe a viagem for de carro, passeie com o animal antes de entrar no veículo para que ele faça as suas necessidades. O ideal é acostumar o pet com o movimento antes de iniciar o percurso. "Não é indicado que o animal seja alimentado antes das viagens e durante o trajeto, já que ele podeficar enjoado", comenta a especialista.Nunca deixe o pet solto dentro do carro. O recomendado, continua Sandra, é utilizar uma caixa de transporte adequada ou, para cães, cinto de segurança próprio. Não permita que o animal coloque a cabeça para fora da janela, mesmo que ele goste. "Isso pode causar dores de ouvido (otite) ou machucados em caso de impacto com insetos ou pedras."

(11) 2721-5288 Av. Aricanduva, 5378 - Jd Aricanduva - São Paulo / SP

Em frente ao Shopping Aricanduva